Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

"Anunciação num Auto de Gil Vicente"

José Ferreira

 Professor

O que distingue um grande artista são a sua criatividade e a pertinência das mensagens que veicula. No Auto de Mofina Mendes, Gil Vicente recria a Anunciação de S. Gabriel à jovem Maria de Nazaré. Mas fá-lo dum modo muito criativo. Estão em cena, além de Maria e do Anjo, a Prudência e a Humildade, duas virtudes personificadas, que ela consulta. São suas criadas, mas também virtudes suas. Passe-se ao auto:

 

Neste passo entra o Anjo Gabriel, dizendo:

ANJO

Oh, Deus te salve, Maria,

Cheia de graça graciosa,

Dos pecadores abrigo!

Goza-te com alegria,

Humana e divina rosa,

Porque o Senhor é contigo!

VIRGEM

Prudência, que dizeis vós?

Que eu muito turbada sou;

Porque tal saudação

Não se costuma entre nós.

PRUDÊNCIA

Pois que é auto do Senhor,

Senhora, não esteis turbada;

Tornai em vossa color,

Que, segundo o embaixador,

Tal se espera a embaixada.

 

ANJO

Ó Virgem, se ouvir me queres,

Mais te quero ainda dizer:

Benta és tu em mereceres

Mais que todas as mulheres,

Nascidas e por nascer.

 

VIRGEM

Que dizeis vós, Humildade,

Que este verso vai mui fundo?

Porque eu tenho por verdade

Ser em minha qualidade

A menos coisa do mundo...

 

HUMILDADE

O anjo que dá o recado

Sabe bem disso a certeza.

Diz David no seu tratado,

Que esse espírito assi humilhado

É coisa que Deus mais preza

 

ANJO

Alta Senhora, saberás

Que tua santa humildade

Te deu tanta dignidade

Que um filho conceberás

Da divina Eternidade.

Seu nome, será chamado

Jesus e Filho de Deus;

E o teu ventre sagrado

Ficará horto cerrado;

E tu — Princesa dos Céus.

 

A anunciação não se conclui aqui, mas esta é a sua parte principal.

Gil Vicente dá-lhe um aspecto novo e muito belo, muito delicado. O verso é de redondilha maior e a estrofe tem número variável de versos.

Há nele uma dignidade, uma elevação muito grande, e usa uma linguagem acessível. Maria é prudente e humilde, e vai ser exaltada.

O “tratado” de David que se menciona deve ser o livro dos Salmos, mas percebem-se referências talvez ao Cântico dos Cânticos, ao encontro de Nossa Senhora com a prima Isabel do mesmo São Lucas, etc.

Ocorrem alguns arcaísmos, como color por cor, esteis por estejais, auto por acto, etc. O embaixador é o anjo.

 

A representação original ocorreu em 1534.