Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

“É a hora em que chega o tempo do fim de cada coisa do mundo..."



«Sou Aquela que estou na Trindade divina, sou a Virgem da Revelação. Escreve imediatamente estas coisas e medita-as sempre. Tu me perseguiste, agora basta! Entra no Redil santo, o eterno milagre de Deus, onde Cristo pousou a primeira pedra, aquele fundamento sobre a rocha eterna: Pedro.


Não esqueças quem te amava sempre, jamais te esqueci, estive sempre junto a ti nos teus infortúnios; porque o juramento de um Deus é e permanece eterno, é único e estável. Salvaram-te as nove sextas-feiras do Sagrado Coração de Jesus — promessa divina — que tu fizeste antes de entrar na mentira e tornar-te inimigo de Deus, e um impiedoso inimigo infundado. Pode um homem que procura mentiras, enganador de inocentes, destruir aquilo que Deus fez?


Arrepende-te, faz penitências pela salvação dos outros [...].


Eu converterei os mais obstinados, com milagres que realizarei com esta terra de pecado. [...]


A Deus comove e é apressada a conversão do pecador mais obstinado; o Meu Coração, no sentido espiritual e místico, — digo-te — chora, sempre pela incredulidade e pelo pecado contra Deus. Tudo, no Céu, se regista de cada um de vós, no próprio livro da vida — até o abrir e fechar do olho.


Vinde ao Coração de Jesus, vinde ao Coração de uma Mãe e sereis consolados e sereis aliviados das vossas penas. Pecadores todos, vinde! Consagrai-vos ao Coração Imaculado de uma Mãe, sem duvidar de ser socorridos; quem pode lamentar-se de ter sido abandonado por Mim, se se consagrou ao Meu Coração? Quem procurou ajuda e não foi ajudado?


Estou próxima da justiça divina, o muro reparador da ira divina. [...]

Deus ainda passará com a sua graça por algum tempo; fez muito por todos e pela humanidade perdida para levá-los à redenção; muitas dores e cruzes, escravidão e humilhações de todo o tipo deverão ainda acontecer. Onde está a caridade? Quais são os frutos do amor? Duros, são de calos duros, em todos os séculos; especialmente os pastores do rebanho que não fazem o seu dever. Demasiado mundo entrou nas suas almas, para dar escândalo ao rebanho e desviá-lo do caminho, da verdade e da vida.


Voltai ao princípio da fonte de unidade evangélica, caridade, afastados do mundo! Vós estais no mundo, mas não sois do mundo. Quantos milagres? Quantas aparições? Nada! Sempre afastados da essência da vida na verdade do Pai que ama.


Momentos duros preparam-se para vós e, antes que a Rússia se converta e deixe o caminho do ateísmo, desencadear-se-á uma tremenda e grave perseguição. Orai, pode ser travada.


É a hora, em que chega o tempo do fim de cada coisa do mundo; a Palavra d'Aquele que fez cada coisa é verdadeira; preparai os vossos corações, aproximai-vos com mais fervor ao sacramento vivente entre vós — a Eucaristia — que um dia será profanada e não mais se acreditará na presença real do Meu Filho. Aproximai-vos do Coração de Jesus, Meu Filho, consagrai-vos ao Coração de uma Mãe que sangra continuamente por vós — sempre em sentido místico —, louvai a Deus que está no meio de vós, afastai-vos das falsas coisas do mundo: espectáculos vãos, gravuras obscenas, amuletos de toda espécie, falsidades e outros males, vaidades e espiritismo; são coisas que o demónio do mal realiza para a perseguição das criaturas de Deus. As potências maléficas realizarão nos vossos corações e Satanás está solto — por promessa divina — por um período de tempo: acenderá entre os homens o fogo da contestação, para a santificação dos santos.


Filhos, sede fortes, resisti ao assalto infernal! Não temais, Eu estarei convosco, com o Meu Coração de Mãe, para dar coragem ao vosso e aliviar as vossas penas e as vossas tremendas feridas que virão no tempo estabelecido pelos planos da economia divina.


Toda a Igreja sofrerá uma tremenda prova para limpar a lepra que se infiltrou entre os ministros, especialmente entre as Ordens da pobreza: prova moral, prova espiritual. Durante o tempo indicado nos livros celestes, sacerdotes e fiéis serão postos numa volta perigosa no mundo dos perdidos, o qual se lançará ao assalto com qualquer meio: falsas ideologias e teologias!


O apelo de ambas partes, fieis e infiéis, será feito com base em provas. Eu e Cristo capitão, entre vós, eleitos, combateremos por vós.

Eis a arma do inimigo, reflecti sobre isto: 1. blasfémias, 2. pecados da carne, 3. obscenidade, 4. fome, 5. doenças, 6. Morte, 7. desordens realizadas pela ciência — e qualquer outro meio da parte deles [cientistas] — e outras coisas que vereis, atingirão os vossos sentidos puros da fé.


Eis a armas que vos farão fortes e vitoriosos: 1. fé, 2. fortaleza, 3. amor, 4. seriedade, 5. constância nas coisas boas, 6. evangelho, 7. mansidão, 8. verdade, 9. pureza, 10. honestidade, 11. paciência, 12. suportando cada coisa, longe do mundo e dos seus acólitos venenosos (álcool, fumo, vaidade). Pedi para serdes santos e fazei o bem para santificar-vos, afastando-vos do mundo ainda que vivais no mundo.


A humanidade está perdida porque não tem mais quem a guie sinceramente na justiça. Escutai! Vós tendes isto — obedecei-lhes sempre —: o Pai no Papa, e tendes a Cristo no santo, puro, unido, fiel e vivente sacerdote, o conforto do Espírito Santo nos santos e puros sacramentos na Igreja dos santos.

São tempos terríveis para todos. A fé e a caridade permanecerão intactas se observais aquilo que vos digo. São momentos de prova para todos vós; estai firmes na Rocha eterna do Deus vivente. Eu mostrar-vos-ei o caminho, do qual sai vitorioso o santo para o Reino divino, que se estabelecerá sobre a Terra no dia da vitória: amor, amor e amor.

O Espírito Santo desce rapidamente sobre vós para fortificar-vos, se Lhe pedis; com fé, para preparar-vos e fortificar-vos no dia do grande combate de Deus!!

Conservai a arma da vitória: fé! A última chuva vivificadora  santificar

-vos-á a todos. Amai-vos, amai-vos muito, anulando em vós o eu cheio de soberba e de orgulho. Humildade nos corações! Amai-vos e saudai-vos com a saudação de amor e de unidade: “Deus nos abençoe”. Parem o ódio!


Nas perseguições e no tempo da angústia, sede como estas flores que Isola arrancou: não se lamentam, calam-se e não se rebelam.


Tereis dias de dores e lutos. Do oriente, um povo forte, mas afastado de Deus, infligirá um ataque tremendo, e destruirá as coisas mais santas e sagradas, quando lhe for concedido fazê-lo. Tende unidos com o temor: amor e fé, amor e fé. Tudo para fazer resplandecer os santos como astros no Céu.


Orai muito e vos serão aligeiradas a perseguição e a dor. Repito: sede fortes na Rocha, fazei penitência com puro amor; obediência ao verdadeiro custódio da Corte celeste na Terra [o Papa] para transformar a carne de pecado, do pecado, em santidade!


Chamai-Me Mãe, como fazeis sempre: eu sou Mãe, no Mistério que será revelado antes do fim.

Qual foi e será o fim da morte de Cristo? Aplacar a ira da justiça paterna, cobrir com o Seu Sangue precioso e puro as suas criaturas para enchê-las de amor para que se amem! É o amor que vence todas as coisas! Amor divino, Amor de virtude!


Não esqueçais o Rosário, que muito ajuda à vossa santificação; as Avé-Marias que dizeis com fé e amor são muitas flechas de ouro que alcançam o Coração de Jesus. Cristo é a salvação da carne, pecado adamítico primitivo.


O mundo entrará noutra guerra, mais impiedosa que as precedentes. Será principalmente atingida a Rocha eterna nos séculos, por ser refúgio dos santos eleitos de Deus, viventes no seu trono de amor. A ira de Satanás já não está presa; o Espírito de Deus retira-se da terra, a Igreja será deixada viúva — eis o vestido fúnebre —, ficará submetida ao poder do mundo. Filhos, tornai-vos santos e santificai-vos mais, amai-vos muito e sempre. A escuridão da consciência, o mal que aumenta, testemunhar-vos-ão a chegada do momento da catástrofe final. Desencadeia-se a ira em toda a Terra; a liberdade satânica, permitida, fará estragos em todo lugar. Sofrereis momentos de desconforto e desvanecimento. Uni-vos no amor de Deus, fazei uma só regra: Evangelho vivo! Sede fortes na verdade do Espírito. O Redil de Cristo é e será a salvação de todos aqueles que queiram salvar-se. Vereis homens guiados por Satanás fazer uma liga unitária para combater toda forma religiosa. A que será mais golpeada será a Igreja de Cristo, com o fim de libertá-la das imundícies que estão dentro: o comércio usurário e política contra Roma!


No fim, muitos serão convertidos pelas muitas orações e pelo retorno ao amor de todos, e por potentes manifestações divinas.


A eles será dada permissão, até a um determinado momento, de destruir tudo e todos; depois o Cordeiro mostrará a sua vitória eterna com as potências divinas, destruirá o mal com o bem, a carne com o espírito, o ódio com o amor!


A Santidade do Pai [o Papa] reinante no trono do amor divino sofrerá de morte, por um pouco, de qualquer coisa, breve, que, sobre o seu reinado, acontecerá. Outros poucos ainda reinarão sobre o trono: o último, um santo, amará os seus inimigos; mostrando-O, formando a unidade de amor, verá a vitória do Cordeiro.


Os sacerdotes, ainda que estejam no desterro infernal, são-me caros; serão pisados e massacrados, eis a cruz quebrada ao lado da batina do despojamento exterior sacerdotal. A caridade arrefece-se no tempo e neste tempo os sacerdotes mostram que são verdadeiramente meus filhos; vivendo na pureza, longe do mundo, sem fumar, são mais rectos, seguem a via do Calvário.


Os laicos unidos num só Credo devem trabalhar muito, com bom exemplo de rectitude no mundo entre as fileiras de Satanás, para preparar os corações para a salvação. Não vos canseis jamais de estar próximos do Coração de Jesus  Eucarístico. Disponde-vos todos sob o estandarte de Cristo. Trabalhando de tal modo, vereis os frutos da vitória, no despertar das consciências para o bem. Ainda que estejam no mal, vereis, por meio da vossa ajuda cooperadora eficaz, pecadores que se converterão e o redil encher-se de almas salvas. Deveis conformar a vossa conduta, segundo a vontade d'Aquele que vive nos corações dedicados ao Espírito conformado à santidade. Fortificai-vos, preparando-vos para a batalha da fé. Não sejais preguiçosos nas coisas de Deus. Vereis tempos nos quais os homens farão melhor a vontade da carne que a de Deus; esses vem continuamente arrastados no lodo e no abismo da perdição voluntária.


A justiça de Deus far-se-á sentir em breve sobre a Terra; fazei penitência. Apenas os santos que estão entre vós, nas eremitas, e nos conventos e em cada lugar, seguram a ira destrutora da justiça divina. O momento é terrível. Daquele dia que vem, as virgens e os virgens, todos os que servem Deus segundo o espírito e não segundo a carne, carregam-se com parte das chagas que em breve descerão sobre a Terra, deixando ainda o tempo aos pecadores a fim de que reconheçam os próprios pecados e se metam com toda a sua vida debaixo do Meu manto para serem salvos.


Acudi ao Coração amoroso de Jesus, o Meu legítimo Filho. Enchei-vos de amor, lavai-vos com o Seu Sangue da Redenção divina, justificadora.


Também Eu, morta no mundo — não a morte como se morre no mundo do pecado adamítico: o meu corpo não podia morrer e não morreu, não podia decompor-se e não se decompôs, porque Imaculada, no êxtase do amor divino fui levada por Jesus Verbo, Filho Meu, e pelos anjos até ao Céu; foi assim que fui levada até ao trono da misericórdia divina — pelo mundo, cooperando à justa Redenção de Jesus, Meu Filho, depois de três dias do meu sono, fui levada, em êxtase de amor, pelo Meu Filho ao trono da misericórdia divina, com os anjos, para receber a mediação das graças divinas, entre os pecadores obstinados. O meu corpo não conheceu a corrupção, a minha carne não podia decompor, e não se decompôs, por ser Rainha dos filhos da ressurreição. Agora e sempre estou no trono da Trindade divina (que o escutem todos), como o calor está na vida encarnada para viver desta vida.


Eis [que está] aberta uma outra possibilidade de salvação para todo o mundo. É um plano celeste. Almas nascidas só da carne, mortas sem o banho do nascimento espiritual, gozam e vêem a presença de Jesus e a Minha. Para a entrada na glória celeste, o Pai deu-Nos um meio que serve para dois fins: pedir a uma alma do limbo, conhecida ou segundo a minha intenção, a conversão de um herege, ateu ou pecador obstinado, que reze muito por este pecador, até o constringir com amor e confissão ao arrependimento. Assim que ele se converta, a alma à qual foi pedida esta conversão vem levada imediatamente, por Mim e pelo meu Filho, ao trono divino. Orai e convertei muitos com o vosso exemplo de caridade. É uma nova prova de amor, uma verdadeira cruzada de unidade terrestre; em frente, filhos, para batalha, luta do amor. Eu estou convosco, sempre, para ajudar-vos. [...]


Diz àqueles que o caminho é um: Cristo, o Redil católico, apostólico, romano, e o verdadeiro representante da Corte celeste na Terra, a Santidade do Pai [o Santo Padre]!

A verdade é uma: Deus Pai, a sua santidade e a sua justiça.


A vida é uma: o Espírito Santo, nos seus sacramentos e nos seus ministros.

Eu sou o Íman da [que atrai para] Trindade Divina: amor do Pai porque sou Filha, amor do Filho, porque sou Mãe, e amor do Espírito Santo, porque sou Esposa, como o sou nas três Pessoas num só Deus: amor, amor, amor!»


Nossa Senhora da Revelação

Tre Fontane, Roma, 1947-2000