Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

"A Hora da Minha Grande Dor"

(...) Esta humanidade voltou a ser pagã, depois de quase dois mil anos da sua Redenção e do primeiro anúncio do Evangelho de salvação.


MENSAGEM DE NOSSA SENHORA AO PADRE GOBBI 15 de setembro de 1992


Filhos prediletos, ficai hoje comigo, vossa Mãe dolorosa, que vos gerou aos pés da Cruz, em que morreu o Meu Filho Jesus pela vossa salvação.

Sou a Mãe da Dor.


Entrai hoje no mistério profundo da Minha desolação para compreender como a Minha maternidade espiritual e universal se exerce sobretudo no amor e na dor.


No amor para com todos vós, meus filhos.


Na dor por causa das vossas dores, pelos graves perigos que vos ameaçam, pelos muitos sofrimentos destes últimos tempos da grande tribulação. Por isso, os dias que viveis assinalam também a hora da Minha grande Dor.


É hora da Minha grande Dor pela Igreja, Minha filha amadíssima. Quanto sofre a Igreja, nestes tempos, em que leva a sua grande Cruz e sobe o sangrento calvário da sua paixão e da sua cruenta imolação.


A Igreja tornou-se hoje, mais do que nunca, em tudo semelhante ao Meu Filho Jesus. É semelhante a Ele na solidão e no abandono; é semelhante a Ele na renegação e na traição; é semelhante a ele no vilipêndio e na condenação; é semelhante a Ele na crucifixão e na agonia.


Esta é a hora da Minha grande Dor pela Igreja, porque chegou a hora da sua paixão redentora.


É a hora da minha Grande Dor pela humanidade, tão doente, que se tornou escrava dos espíritos do mal.


Os poderes diabólicos dominam a terra, levando por toda a parte os maus frutos do seu domínio tenebroso. Assim, esta humanidade voltou a ser pagã, depois de quase dois mil anos da sua Redenção e do primeiro anúncio do Evangelho de salvação. A incredulidade e a impiedade cobrem-na; os pecados ferem-na; os males a envenenam; o orgulho a domina; a impureza a seduz; o egoísmo e o ódio a prendem; satanás torna-a cada vez mais sua escrava e reina nela com o seu poder diabólico.


Esta é a hora da Minha Grande Dor por esta humanidade, dominada pelos espíritos do mal, porque já chegou para ela a hora do seu grande castigo.


É a hora da Minha Grande Dor por vós, Meus filhos.


Como se torna grande o peso do vosso sofrimento nestes dias.


Olho, com os olhos cheios de lágrimas, para as crianças encaminhadas precocemente para a experiência do mal e do pecado; para os jovens, enganados e atraiçoados pela sociedade em que vivem, aos quais são propostos falsos valores e que se tornaram vítimas da impureza e da droga; para as famílias divididas e destruídas; para os pobres que morrem de fome; para os massacrados e mortos pelas guerras; para os doentes a quem são negados os tratamentos e a assistência; para os abandonados, para os que estão sós, para os desesperados, os agonizantes, os moribundos.


Como Mãe, estou hoje ao lado do todo aquele que geme sob o peso da sua cruz. Jamais vos abandono; estou convosco sobretudo quando tendes mais necessidade.

Esta é a hora da Minha Grande dor por todos vós, meus pobres filhos, porque chegou o tempo do vosso grande sofrimento.


Refugiai-vos em Mim. Correi para o refugio seguro do Meu Coração Imaculado, porque devemos viver juntos a hora da maior prova, que já chegou para vós, para a Igreja e para toda a humanidade.