Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

As duas classes de pessoas que devem comungar frequentemente



Grande é o engano daqueles que deixam de comungar frequentemente, porque se sentem frios no amor divino. Estes são como um homem que se não quer aproximar do fogo porque não tem calor suficiente.


Dizia igualmente São Francisco de Sales:


“Há 25 anos que sou diretor de almas; e a experiência me ensinou a eficácia indizível da Santíssima Eucaristia para proteger, fortalecer, consolar, e, numa palavra, divinizar as almas, quando comungam com fé, pureza e devoção.”


Quanto mais frio sentirmos, mais nos devemos aproximar do Santíssimo Sacramento, se ao menos desejamos amar a Deus. Se vos perguntarem porque é que comungais tantas vezes, respondei com o mesmo São Francisco de Sales:


“Há duas classes de pessoas que devem comungar frequentemente: os perfeitos e os imperfeitos, os primeiros para se manterem na perfeição, os segundos para chegarem à perfeição.”


Ainda que a santíssima Eucaristia seja a fonte de todas as virtudes, tem todavia eficácia particular para nos abrasar no amor de Deus, que é o ápice da santidade e da perfeição. São Vicente Ferrer diz que a alma tira mais fruto de uma só comunhão, que de uma semana de jejum a pão e água. E Santa Maria Magdalena de Pazzi acrescenta que uma só comunhão bem feita basta para fazer um santo.


Fonte: Para todos os Dias e Festas do Ano: Tomo III: (1922, p. 14-17)