Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

EUA vetam cláusula pró-escolha na resolução da ONU sobre vítimas de abuso sexual em tempos de guerra


Autoridades dos EUA, com o vice-embaixador Jonathan Cohen no comando, mostraram sua rejeição à resolução do Conselho de Segurança da ONU com base em uma frase que implica apoio ao aborto . Na verdade, eles ameaçaram vetar a resolução se a linguagem pró-escolha não fosse eliminada.


A frase a que os Estados Unidos se opuseram foi: "Reconhecendo a importância de prestar assistência atempada aos sobreviventes de violência sexual, insta as entidades das Nações Unidas e os doadores a prestarem serviços de saúde abrangentes e não discriminatórios, em conformidade com a Resolução 2106." Esta resolução inclui a prática de abortos.


O embaixador francês, indignado...


O embaixador francês na ONU, François Delattre, disse que era "intolerável e incompreensível" que o Conselho de Segurança "é incapaz de reconhecer que as mulheres e meninas que sofreram violência sexual em conflitos, e, obviamente, não escolheu para engravidar, deve ter o direito de acabar com sua gravidez »



Via: InfoCatólica