Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

Levada ao paraíso pelas mãos da Santa Virgem - Uma morte suave


Quando a Virgem Santíssima envia um sofrimento ela está a nos enviar uma graça, dizia Santa Catarina Labouré, religiosa de São Vicente de Paula, a quem a Virgem Maria apareceu, em 1830.


Fatigada pelo intenso trabalho e pela idade, seu coração enfraqueceu. Restava-lhe viver sofrendo dores profundas. A Virgem Santíssima pediu-lhe que fosse esculpida uma estátua que a representasse, tendo um globo nas mãos. Porém, seus confessores não deram importância a esse seu pedido. Ela orou, então, à Virgem Maria, pedindo-lhe que lhe dissesse se devia ou não contar “seu segredo” à Superiora; Catarina percebeu um “sim” dentro do seu coração e contou tudo à Madre Superiora; a Madre foi tocada e, logo, a estátua da Virgem com o globo nas mãos foi executada.


A partir de então, Irmã Catarina passou a aguardar a morte com serenidade. Por muitas vezes, ela preveniu suas Irmãs do convento, de que ela não veria o ano de 1877. De fato, por volta das 19 horas, do dia 31 de dezembro de 1876, após ter rezado as orações dos agonizantes, com a sua comunidade, Catarina parecia estar dormindo. Prontamente, as Irmãs se deram conta de que ela havia falecido: sua alma foi levada ao paraíso pelas mãos da Virgem Santíssima. Eu jamais vi uma morte tão calma e tão suave ─ disse a Madre Superiora.



Via: https://www.mariedenazareth.com/

nouvl.evangelisation.free.fr/catherine_laboure.htm