Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

Maria, superior pela Graça aos Querubins e Serafins



São Tomás de Aquino, no seu comentário sobre a Avé Maria, observa que nunca se ouvira, antes da Anunciação, sobre um anjo que se havia curvado diante de uma criatura humana. São Gabriel, no entanto, fez isso frente à Santíssima Virgem. Porquê? Se ele o fez para saudá-la, é porque Maria, ainda que mera criatura humana, foi superior para a sua plenitude de graça e familiaridade com Deus, especialmente para a seu futura dignidade de Mãe de Deus. Ela estava destinada a reinar no céu, acima de anjos e santos. Esta seção do Doutor Angélico é assim desenvolvida pelo conhecido teólogo francês P. Réginald Garrigou-Lagrange OP:


"A graça habitual, que recebeu a Virgem Maria no momento da criação da sua santa alma, foi uma plenitude, na qual se verificou o que o anjo tinha a dizer no dia da Anunciação: 'Avé cheia de graça. Este mesmo afirma, com a Tradição, Pio IX ao definir o dogma da Imaculada Conceição. Ele diz Maria, desde o primeiro momento 'foi amada por Deus mais do que todas as criaturas 'Prae ceteris creaturis', que estava totalmente satisfeito com ela e encheu-a superabundantemente com todas as suas graças, mais do que todos os espíritos angelicais e a todos os santos ” (Bula Ineffabilis Deus , 1854).


"Em suma, supera os anjos em pureza, mesmo que sejam espíritos puros, porque não era apenas pura em si, mas já dava pureza aos outros. Ela não apenas estava isenta do pecado original e de todo pecado mortal ou venial, mas também da maldição devida ao pecado: "Com a dor você dará à luz ... e você retornará ao pó" (Gn 3, 16-19). Ele conceberá o Filho de Deus sem perder sua virgindade, o levará com uma lembrança sagrada, dará-lhe luz a Ele com alegria, será preservado da corrupção da sepultura e será associado pela Assunção à Ascensão do Salvador.


"Um pouco mais tarde, é dito na mesma bula, que de acordo com os Padres, Maria é superior pela graça aos querubins, serafins e todo o exército de anjos, omni angelorum exercitu , ou seja, todos os anjos se reuniram" .


É o que afirma St. Germain, dirigindo-se a Maria: "Sua dignidade honorífica coloca-A em posição superior a tudo o que foi criado; sua sublimidade a fez superior aos anjos".