Contacte-nos: info@permariam.org    |       +351 25 213 0513       

Todos os direitos reservados

© Per Mariam, 2019

Vídeo: "Vede Se Há Uma Dor Maior" - Mensagem de Nossa Senhora



«Filhos prediletos, olhai para a minha dor. Vede se há dor maior que a minha!

O meu Filho Jesus, abandonado por todos, flagelado, coroado de espinhos, sobe com dificuldade o Calvário; levando a grande Cruz sobre os seus pobres ombros.

Não consegue caminhar, vacila. Não há nenhum gesto de piedade; só o ódio, a hostilidade e a indiferença O rodeia, E é neste momento que o Pai Lhe dá o conforto da sua Mãe. (...)»


Pensai, meus filhos predilectos, no conforto e na dor daquele encontro... Oh! O olhar do meu Filho naquele momento... No meu Coração abriu-se uma ferida que nunca mais se fechou.


Olhai para a dor da vossa Mãe, ao ver o seu Filho crucificado, agonizante e morto. Dor por Ele que morria; dor por vós.

Agora, este meu Filho continua a sua Paixão no seu Corpo Místico, que é a Igreja.


Neste dia, penso novamente no pérfido gesto de Judas, que traiu Jesus. Sinto novamente a mesma dor perante a traição que é praticada todos os dias por tantos dos meus filhos sacerdotes.


Sacerdotes, filhos predilectos, porque atraiçoais ainda? Porque persistis ainda na vossa traição? Porque não vos arrependeis? Porque não voltais?


E Pedro que por três vezes renega o meu Filho por medo...


Quantos de entre vós, pelo medo de não serdes compreendidos, apreciados e estimados, renegais ainda a verdade do Evangelho: “Não conheço esse Homem!”.


E os apóstolos que fogem e deixam Jesus sozinho, durante todo este longo dia de Sexta-feira... Quantos de vós fogem e abandonam a minha Igreja. Uns deixam a Igreja para seguir o mundo; outros ficam na Igreja e, para agradar ao mundo, abandonam-na com a alma e o coração.


A Igreja não é amada por muitos de vós. O Vigário do meu Filho encontra-se num abandono que se toma cada vez maior.


Os bispos unidos ao Papa sentem na alma o espinho desta solidão; são cada vez mais criticados, contestados e abandonados pelos seus sacerdotes.


Mas fica João. E fica com a Mãe. Sacerdotes do meu Movimento, ficai, ao menos vós, com a Igreja e ficai comigo, a vossa Mãe. Olhai para a minha dor e sofrei comigo.


Nesta hora de Calvário para a Igreja, vós sereis assim o sinal da minha presença; o único conforto que o Pai lhe dá, neste momento da sua paixão e do seu martírio»


"Aos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora", Padre Gobbi


Produção Per Mariam


Créditos de Imagem:

- A Paixão de Cristo (Filme)

- Euronews

- Aljazeera